Pergunta: O capítulo 12 do Apocalipse fala de uma batalha no céu envolvendo Satanás e o Arcanjo Miguel. Sendo assim perguntamos:
Essa Batalha já aconteceu? Essa Batalha diz respeito à queda original de Satanás?
Leitura Bíblica em Foco: Apocalipse 12. 7 – 10:
Então estourou a guerra no céu. Miguel e os seus anjos lutaram contra o dragão. Também o dragão e os seus anjos lutaram, mas não conseguiram sair vitoriosos e não havia mais lugar para eles no céu. E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo. Ele foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos.
Então ouvi uma voz forte no céu, proclamando:
“Agora veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite diante do nosso Deus” (NAA).

RESPONDENDO AS PERGUNTAS

1. Essa Batalha já aconteceu?
A resposta para tal questão depende de quem a responde, isso porque existem alguns diferentes correntes de interpretações para o livro de Apocalipse. Sendo assim, usaremos a interpretação adotada pela Assembleia de Deus, a futurista.

A interpretação futurista considera os capítulos 4–22 como profecias de eventos da história, que ocorrerão somente no fim desta era. Bem, agora que já sabemos qual escola de interpretação vamos usar, passemos a resposta de pergunta acima.

A resposta: Partindo do princípio futurista a resposta é NÃO.
A derrota imposta aos poderes de Satanás pelo arcanjo Miguel acontecerá na Grande Tributação. Satanás será arrojado dos Céus (Ap 12.7-12). Ele será lançado a terra juntamente com todos os seus anjos para infernizar com mais intensidade e fúria a humanidade, pois o seu tempo é curto.

Quando de sua rebelião contra o Senhor, o diabo perdeu o direito de habitar na mesma dimensão de Deus e dos santos anjos. Ele foi expulso da presença do Altíssimo (Ezequiel 28.16-17), estabelecendo sua habitação “nas regiões celestiais” (Ef 2.2; 6.11,12).

2. A segunda pergunta: Essa Batalha diz respeito à queda original de Satanás?

A resposta: NÃO!
A Batalha do texto que estamos estudando diz respeito ao período da Grande Tribulação, logo, concluímos que ainda não aconteceu. Outrossim, os textos usados pelos comentaristas para falar da queda original de Satanás estão em Ezequiel e Isaías.
No texto de Ezequiel 28.11-19 temos a descrição do estado original de Lúcifer, e o motivo da sua queda em Isaías 14.11-16.
EXPULSÃO DO CÉU:
Por causa de sua rebelião, Satanás foi atirado do céu Deus:
“... pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus... lancei-te por terra” (Ezequiel 28.16-17).

Satanás foi expulso do céu com a velocidade e a explosão de um raio (Lc 10.18; Is 14.12). Aquele que na sua altivez queria estar acima do próprio Deus foi condenado ao mais profundo abismo (Is 14.15).

Ao contrário dos anjos que já estão presos no tártaro (2 Pe 2.4), Satanás ocupa, simultaneamente, tanto as regiões abissais (profundezas do abismo) — onde parece ter o seu trono (Ap 9.11) —, quanto as regiões terrenas e celestiais (Ap 12.9; Jó 1.6; Ef 6.12).

INTERPRETANDO A BATALHA NO CÉU (Ap 12.7-10)

A batalha mais significativa de toda a história do mundo vai ser agora preparada. Forças celestes e forças infernais encontrar-se-ão neste conflito sombrio. “João apresenta os Aliados (Miguel e seus anjos) e os Opositores (Satanás e seus anjos). A frase “guerra no céu” é um tanto espantosa. Depois do “silêncio no céu” (8.1) temos a “guerra no céu”. Por “céu” onde se ferirá a batalha não devemos compreender a presença imediata de Deus, mas a esfera que Satanás ocupou desde que foi expulso do lugar da habitação de Deus por causa de sua rebelião.

O versículo em foco mostra como Satanás será expulso do céu (comparar com Jó 1.6), embora para nós parece difícil o acesso de Satanás à real câmara celestial. Ele perderá de uma vez por todas, “seu lugar nos céus”. Isso significa que ele será derrubado de qualquer posição que, no presente, lhe seja permitida (tal como se vê em 1Rs 22.21; Jó 1.12; Zc 3.1), sendo projetado na terra.

Em suma, em Apocalipse 12, temos uma nova investida de Satanás durante o tempo da Grande Tribulação, na primeira revolta, ele conquistou os anjos “que não guardaram o seu principado...” (Judas 6), e os lançou no “espaço” (cf. Ef 2.2 e 6.12).

Nesta segunda investida, seu maior desejo era reconquistar “seu lugar no céu” (v.8) mas novamente é frustrado o seu plano e ele com “grande ira” usou novamente “sua cauda”, derribando com ela “a terça parte” de seus anjos que estavam no espaço e os lançou sobre a terra que os mesmos lançassem uma “investida mortal” contra os homens durante a Grande Tribulação (cf. 12.12).

Conclusão
Desde sua expulsão dos céus, o caminho de Satanás tem sido o da “descida”: para os ares (Is 14.12; Ef 2.2), para terra e o mar (Ap 12.12); para o abismo (Ap 20.1-7); para o lago do fogo (Ap 20.10); seu destino final!

Artigo: Ev. Jair Alves
Referências Bibliográficas
- Bíblia de Estudo Pentecostal – CPAD
- E-book Subsídios EBD – Vol. 15
- SOARES, Esequias/ SOARES, Daniele. Batalha Espiritual. O povo de Deus e a Guerra Contra as Potestades do Mal. 1ª edição de 2018 – CPAD
- HORTON, M. Stanley. Apocalipse: As coisas que Brevemente devem acontecer. 11ª edição de 2011 - CPED
Silva, Severino Pedro da. Apocalipse Versículo por Versículo. Ano 1986 - CPAD

Postar um comentário

Receba Estudos Bíblicos, Lições Dominical e Novidades! É Grátis. Digite seu E-mail e  clique em Enviar:


Em seguida abra o seu e-mail e clique em nosso link de confirmação.
 
Top